Descobrindo Vinhos - Bafarela 17

User Rating: 5 / 5

Star ActiveStar ActiveStar ActiveStar ActiveStar Active
 
Olá pessoal. Vamos falar de vinho?
 
Este é mais um “Descobrindo Vinhos”, portanto estejam prontos para se depararem com mais surpresas agradáveis deste vasto mundo. Hoje vamos viajar até Portugal, mais especificamente à região do Douro, pois é lá que se encontra a Casa Agrícola Brites Aguiar. É na pequena aldeia de Várzea de Trevões que se encontra a residência desta família que, nem sempre, contou com o vinho como sua forma de sustento. Até o final da década de 60, sua fonte de riqueza provinha de seus olivais e de sua produção de azeite. A partir da década de 70 a família passou a focar no que suas vinhas produziam, mas as uvas eram todas vendidas e não usadas na produção de vinhos. Só nos anos 90 a Casa passou a produzir seu próprio vinho... e não deixaram nada a desejar.
 
Hoje vamos falar de um de seus vinhos mais distintos e curiosos: o Bafarela 17. A produção deste dá-se no vale do Rio Torto sob condições naturais pesadas: calor sufocante e falta de água. Por conta disso o vinho tem uma produção baixíssima, mas super concentrada, com frutos densos e suculentos. Ainda por cima só é lançado em anos específicos quando as uvas atingem a qualidade desejada pelos produtores, o que torna o vinho ainda mais “raro”. Mas agora vamos a parte interessante e que diferencia este vinho de tantos outros: a análise.
 
Visualmente apresenta uma cor rubi extremamente escura e concentrada. No nariz mostra tons de frutas maduras como ameixas e amoras, assim como notas de chocolate e cacau. Na boca é um vinho de extrema presença, denso a ponto de ser “mastigável”. É um vinho robusto. Mas onde está a surpresa? Ela se encontra no próprio nome do vinho. 17 nada mais é do que a graduação alcoólica do Bafarela. Um vinho seco com 17% de àlcool, isso mesmo! À primeira vista deve haver algum preconceito em torno do vinho por conta disso, mas o Bafarela não deixa nada a desejar. Não aparenta ser tão alcoolizado por conta de sua extrutura equilibrada e vem ganhando cada vez mais fãs em Portugal e no Brasil.
 
Agora uma um fato curioso: em 2006 houve um arquiteto de Lisboa que experimentou o Bafarela 17 em uma degustação e o resultado foi impressionante. O homem gostou tanto do vinho que acabou por comprar mais de 30 caixas de vinhos do produtor, gastando algo próximo de 12 mil Euros em vinhos. Eis aqui um reflexo da qualidade dos produtos Brites Aguiar.
 
Enfim, espero que vocês tenham ficado surpresos com a notícia de que um vinho com essa graduação possa atingir um sucesso tão grande. Mais do que isso, espero que este post passe a mensagem de que não se deve julgar um vinho antes de experimentá-lo, pois como sabemos, cada garrafa pode guardar uma grande surpresa para aquele que arriscar abrí-la.
 
Saúde a todos!
 
Rafa
 
Revisado por: Emílio Santoro
A nossa agenda
Estes são os próximos eventos da PV. Clique e leia os detalhes. Se desejar, poderá gravar na sua agenda google.
No Calendar Events Found or Calendar not set to Public.
Newsletter
Subscreva e fique por dentro.